COVID 19: 3 Ensinamentos de Mindfulness na visão CWIST

A CWIST fez uma reflexão sobre o porque a história se repete, porém esperançosa  de que iremos apreender o que o isolamento social nos ensinar. Ensinar e aprender não são sinônimos.

Refletimos sobre apenas três dos ensinamentos provocados pelo isolamento social:

  1. O que todos sabiam se descortina: Inclusão social é a bola da vez. ¼  da população brasileira correu para a porta das agências da CAIXA em busca de R$ 600,00, que até chocou alguns porém não foi uma grande surpresa.
  2. A realidade do mundo digital mostra ainda mais sua eficácia. O Zoom teve uma explosão na NASDAQ, o Google Meet e o Microsoft Teams integraram seus clientes, o Webex da CISCO tornou-se disponível gratuitamente para ganhar mercado. As empresas do varejo correram para o e-commerce, as escolas para o EAD
  3. Investimento em prevenção reduz o custo da emergência. Desde o álcool em gel, as máscaras , EPI, respiradores, leitos de UTI, hospitais de campanha vem consumindo enormes verbas públicas em 3 meses e por valores incomparavelmente maiores do que se desembolsados ao longo de 3 anos  

Apenas três aprendizados que, além de salvar vidas permitiriam dizer que o isolamento social não foi em vão

  1. A solidariedade demonstrada pela sociedade civil diante do trabalho informal e do desemprego trouxe solução emergencial. No entanto ao transformar-se em Investimento Social Privado estará enfrentando de frente o problema da segurança alimentar e geração de renda.
  2. A internet é ferramenta de inclusão social. Se as classes menos favorecidas não tiverem acesso à internet não há como educar a distância como as escolas privadas estão fazendo, nem realizar pesquisas e trabalhos em grupo quando estaremos todos inseridos no novo normal, pós pandemia 
  3. A título de exemplo lembro que em maio de 2014 o sistema Cantareira chegou ao seu nível mais baixo desde 1930. No verão de 2019/2020 foi o excesso de chuvas que castigou São Paulo. Estou certo de que a SABESP aprendeu muito com as duas crises hídricas e que ao se repetir estiagens prolongadas ou inundações teremos reservatórios e piscinões entre outras soluções apta a atender a população. Que tal uma campanha sobre as recomendações da OMS, lavar as mãos com água e sabão, porém com torneira fechada ao ensaboá-las

Por fim, fica a mensagem de que políticas públicas são indispensáveis para prevenir a sociedade de dramas sociais e que o setor privado deverá incorporar a responsabilidade social na sua cultura empresarial. Migrar das Missões e Valores esculpidos em mármore para o exercício diário destes princípios.

Aliás, responsabilidade social está na essência da CWIST que estará sempre pronta a abrir mão de clientes ou não contratar serviços se não houver consciência de que um mundo melhor depende de líderes que busquem o equilíbrio entre os interesses dos Shareholders com o dos Stakeholders. Recebemos o Planeta de graça e preservá-lo é responsabilidade de seus habitantes.

Entende a CWIST que devemos viver segundo nossa cultura e quem assim o fizer estará fortalecido para desfrutar de um mundo mais solidário, tecnológico e atento aos problemas ambientais.

Wilson NIgri

Curador da CWIST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *